ÚLTIMAS POSTAGENS

Cabelos: Com a moda anos 70, o black power está mais poderoso do que nunca.

“Quando o cabelo cacheado estiver extremamente ressecado recomenda-se fazer hidratação duas vezes na semana e evitar lavar diariamente porque o cloro e as temperaturas mais altas agridem os fios”



Se o seu cabelo é cacheado e tem tendência a ficar armado, comemore. É hora de soltar os cachos e valorizá-los. Com a influência dos anos 1970 na moda, deixe a chapinha de lado e saia por aí com os fios no melhor estilo afro. Engana-se quem pensa que este estilo de cabelo não pode ser usado de mil e uma maneiras!

Especialistas em cabelos afro ensinam a cuidar dos fios e mulheres assumem o crespo.
O estilo black power está com tudo! Assumir os cabelos crespos passa não só pela ideologia, mas está na moda. Como mais de 75% da população brasileira tem cabelos crespos, nada melhor do que saber a melhor maneira para cuidar deles, não é? Pode parecer fácil, há quem chame de "cabelo duro", "cabelo ruim", mas deixando de lado o preconceito, com os tratamentos certos você pode ficar ainda mais linda assumindo suas madeixas naturais ou mesmo com alguma química.


A maior dificuldade de homens e mulheres na hora de usar os crespos é a falta de profissionais especializados nesse tipo de fio. A cabelereira Cida Martins, do salão Carlos Center, na Lapa, centro do Rio de Janeiro, há 23 anos especializou-se em cortes, químicas e tranças. "Toda cliente chega aqui e eu tento conversar antes de fazer alguma química. Muitas já desistiram de alisar, por exemplo. Tem que assumir, mas saber tratar", explica a profissional.


Com algumas dicas simples, dá pra ser feliz sem se render aos fios lisos. Ela indica pomadas à base deóleos vegetais, como manteiga de karité, óleo de oliva e de coco. "É importante que não seja industrializado, tem que ser natural", alerta ela, que trabalha com produtos importados e tenta indicar soluções para as clientes que não podem arcar com tratamentos caros. "Os melhores cremes estão lá fora", lamenta, "mas você pode usar um pouquinho de azeite no seu creme de massagem, por exemplo".

 

Os fios crespos são diferentes dos lisos e, por isso, precisam de cuidados específicos. São mais porosos, finos e sensíveis a quaisquer tipos de química, alerta Fernando Fernandes, do Studio Fernando Fernandes, em Santana, São Paulo, um dos maiores especialistas em cabelos crespos do Brasil. "Muita gente pensa o contrário, mas os crespos são muito frágeis", alerta ele, que indica um kit essencial para cuidar dos cabelos em casa: condicionador, leave-in e máscara para hidratação, além do xampu, tudo específico para cabelos crespos.


Fernando destaca também a importância doprofissional de beleza. "O cabelereiro age como um consultor. É ele quem deve indicar o melhor produto pro seu cabelo. Mesmo que você não tenha muito dinheiro, às vezes, vale a pena ir juntando e comprar produtos de qualidade do que um creme baratinho da fármacia, que não vai ter efeito nenhum".

 

Uma dica é usar os xampus sem sal, que são menos alcalinos e ressecam menos os fios. Esses são naturalmente secos por causa da sua estrutura, que não permite que o óleo secretado pelo couro cabeludo chegue até as pontas. Outra boa dica para manter a cabeleira no lugar é amarrar lenços de seda na cabeça na hora de dormir, ou usar fronhas do mesmo tecido. O algodão das roupas de cama "suga" a oleosidade natural do cabelo, o que causa o temido "frizz".


Para quem pretende fazer algum tratamento químico, Fernando alerta: é preciso hidratar, hidratar e hidratar! "O ideal é tratar antes. Faço quatro sessões semanais de hidratação antes da química, pelo menos, dependendo da disponibilidade e condição financeira da cliente".
Assumir seu cabelo afro também não deixa de ser uma forma de afirmação. Em meio a um bombardeio de escovas progressivas, chapinhas e massificação do cabelo liso como ideal de beleza, tratar dos fios crespos e mostrar como eles também são lindos tornou-se uma questão de autoestima para várias mulheres.


Do liso para o ondulado

O hair stylist Edu Levy, do salão paulistano Saluvyté, dá as orientações básicas. Antes de qualquer coisa, um diagnóstico preciso do cabelo é fundamental. Quem tem os fios lisos e deseja esse visual encaracolado por mais tempo deve optar pela ondulação de longa duração, uma versão aperfeiçoada do antigo permanente, além de utilizar mousse para obter cachos mais definidos.

Ativando os cachos

Quem tem o cabelo mais ondulado deve usar mousse ou ativador de cachos, mantendo-os definidos e controlados. Já as pessoas com fios muito crespos e volumosos podem optar por um permanente afro, a fim de controlar o volume e definir os cachos. Agora, se você fez uma escova definitiva, desista. "É complicado realizar algum processo químico em quem já tem cabelo alisado quimicamente. A pessoa até pode fazer esse look para uma festa ou um evento, com babyliss, mas o visual vai durar apenas um ou dois dias", enfatiza Edu.
Cor e corte

Quanto à coloração, Edu recomenda usar tons de marrom frios. "O marrom bege é uma ótima pedida e pode ser feito depois do permanente afro e da ondulação de longa duração, sem problemas", orienta.

Importante lembrar que o corte auxilia muito neste visual. Para o especialista, ao contrário do que se pensa, um cabelo reto e pesado desfavorece a formação de cachos. Assim, o ideal é fazer um corte com distribuição de volumes. "Uma dica importante é tomar cuidado para não repicar demais e perder a forma do cacho e o volume. A navalha não é bem-vinda nesse tipo de corte, o melhor é o uso da tesoura fio de navalha", recomenda Edu.

 

Volume e hidratação

Edy Clemente, do Werner, no Rio, reforça: se o cabelo for muito rebelde, o mais indicado é fazer um amaciamento leve na raiz somente para reduzir um pouco o volume. Quem tem um cabelo bem cacheado e volumoso como o da personagem de Taís Araújo precisa lançar mão de bastante hidratação, além de reconstrução e cauterização. Afinal, a oleosidade natural do fio crespo tem mais dificuldade de chegar da raiz até as pontas. "Assim os cachos estarão mais soltos e com a definição perfeita", diz.
Xampu e condicionador

Como esse tipo de cabelo tende a ser ressecado ou opaco, o xampu do dia a dia precisa ter hidratante e óleo na composição. O hair stylist Sylvio Rezende, do salão Tony by Sylvio Rezende, em São Paulo, dá a dica: é importante usar um produto sem sal, de pH 4 ou 5, para manter as escamas sempre fechadas. Não esquecer nunca do condicionador e, para dar a forma desejada, usar o difusor. "O ideal é secar mais a raiz e deixar as pontas semiúmidas. No final, mousse para tirar os efeitos de fios elétricos, apenas nas pontas. Evitar as pomadas porque elas bloqueiam a penetração de água", diz Sylvio.


Dicas de cuidados

Outro ponto importante, de acordo com William Silva, do salão carioca Pedro Paulo Cabeleireiros: depois desses tratamentos alisantes, é prudente evitar clareamentos e luzes, que comprometem a ondulação. Edu Levy recomenda não fazer relaxamento à base de hidróxido de sódio e guanidina. Para que tem cabelo muito fino, tomar cuidado com o uso do leave-in, que deixa o aspecto pesado e oleoso. A hidratação semanal com linha específica para cabelos quimicamente tratados também deve ser prioritária.
Adriana Lobão, cabeleireira e coordenadora técnica da rede de salões Beleza Natural, especializada em cabelos cacheados, ensina como deixar o visual mais bonito: "Se você tem um compromisso à noite, lave os fios pela manhã com xampu e condicionador. Hidrate por 10 minutos na touca térmica ou 15 minutos na touca plástica. Enxague. Depois, penteie os fios com um pente de dentes largos, aplique o creme de pentear da sua preferência, amasse os cachos e deixe secar naturalmente. Antes de sair, solte os fios amassando-os novamente com as mãos."


Alongando as madeixas

Ok, a Taís Araújo não tinha todo aquele cabelão. Isso significa que, se você tem os fios médios, também pode optar pelo visual da atriz. Edy Clemente explica que, atualmente, existem técnicas muito naturais de alongamento. Ele recomenda a que utiliza cola de queratina, com cabelos naturais. O investimento vai de R$ 2 mil a R$ 4,5 mil.
O hair stylist Ruben Navarro, do Walter's Coiffeur do Shopping Leblon, no Rio, reforça que quem opta por essa alternativa deve ter cuidados redobrados. "Os fios são mais sensíveis, é preciso atenção ao lavar, secar, pentear e tratar". Ele afirma que é possível fazer chapinha e escova sem problema algum, mas há que se tomar cuidado na hora de enxaguar o cabelo para não deixar resíduos. Toda atenção na hora de desembaraçar e secar bem a raiz para não deixá-la molhada.

Para arrasar

Edy Clemente ensina como ficar com o visual Helena, de Viver a Vida: "Após o xampu, retire o excesso da água com uma toalha e aplique o leave-in mecha por mecha, evitando passá-lo na raiz. Amasse com uma toalha de baixo para cima. Querendo mais brilho, conclua com silicone ou óleo apenas nas pontas".
Os hair stylists Cardoso Pires e Leandro Stanich, do salão Beleza Carioca, lembram que, para um penteado modelado, vale recorrer ao babyliss, sem deixar de lado, claro, o ativador de cachos. Quem já possui volume natural e está satisfeita com o formato do penteado não precisa fazer mais nada, pois o frizz será evitado com o uso do ativador. Quem deseja o visual mais estruturado e duradouro, deve usar bons fixadores em spray.
Para quem se incomoda em sair de casa com os cabelos úmidos, a dica é usar o difusor. Mas antes passe um modelador de cachos à base de cerâmica, que não agride os fios nem deixa o calor sensibilizar e queimar as mechas. Mousse seguido de leave-in ajuda a produzir cachos suaves e naturais. Coloque os cabelos para baixo e deixe que o difusor seque naturalmente os fios. As dicas são de Sylvio Rezende.


 
Dicas valiosas

- Dê preferência a presilhas envoltas em tecido, que não repuxam nem arrebentam os fios. Cabelos crespos se partem com maior facilidade por terem menos elasticidade.
- Evite lavar a cabeça à noite. Mesmo se você for usar secador com difusor, as raízes nem sempre secam, ficando fragilizadas. Além disso, o travesseiro mantém uma temperatura ideal para a proliferação de fungos no couro cabeludo úmido.
- Pentes e escovas devem ser lavados pelo menos uma vez por mês. Deixe-os por quinze minutos em uma solução de água e xampu para eliminar a oleosidade. Depois enxague bem e deixe secar.
- Evite o uso excessivo de secador e outros aparelhos que utilizam altas temperaturas. Secador somente com, no mínimo, 15 cm de distância.
- O permanente-afro é um tratamento que danifica muito os cabelos, pois os submetem a dois processos químicos de uma só vez: primeiro, um alisamento, depois uma permanente com auxílio de bigoudins. Além disso, deve ser feito de três em três meses e exige um alto custo de manutenção devido ao número de produtos utilizados.




Muitas jovens têm aderido ao que Cida chama de movimento e deixaram a cabeleira solta. Debora Dantas, jornalista de 24 anos, decidiu mudar ano passado, após uma temporada na Alemanha.
"Pensava em assumir muito tempo antes de fazê-lo, mas tinha medo do processo. Então eu viajei e lá não tinha como usar química, porque era muito caro. Aí foi a chance. Não tinha outra opção que não deixá-lo crescer natural. Mas o processo é lento, então usei tranças e as mantive por mais quatro meses mesmo depois de ter voltado ao Brasil. Já queria muito deixá-lo solto, então um dia eu cortei o que ainda havia da outra química e libertei minhas madeixas", conta.
O preconceito e piadinhas sobre seu estilo são tiradas de letra por ela. "Hoje em dia acho que as pessoas super aceitam, mas depende muito de onde você circula. Em Bangu, onde meus pais moram, ainda vejo pessoas cochichando e apontando. Mas onde trabalho, moro e circulo, normalmente não vejo problemas não. Só teve um dia que um cara gritou gratuitamente 'teu cabelo é bonzão pra ariar as panelas lá de casa', mas casos assim não são muito comuns no meu dia a dia. Ou eu simplesmente não os enxergo".

Via


Atualização:

Carlos Hair Center
Rua Riachuelo, 171 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, 20230-010  (21) 2242-9659 ‎Beleza Natural - 0800 704 4446
Salão Beleza Carioca - (21) 2255-8737
Salão Pedro Paulo Cabeleireiros - (21) 2239-4649
Salão Saluvyté - (11) 5055-5570
Salão Tony by Sylvio Rezende - (11) 2976-7932
Walter's Coiffeur - (21) 2529-8240
Werner - (21) 2537-1177

Gostou? Então compartilhe:

A reprodução do conteúdo deste blog é permitida e incentivada, desde que citada e linkada a sua fonte.
Todas as postagens aqui são linkadas.
 
TOPO
Copyright © 2015 Pra Ficar Charmosa. Designer by OT | GT