ÚLTIMAS POSTAGENS

Espermatocele: Cistos na região íntima não têm causa conhecida.


Apesar de muitos homens se assustarem ao encontrar um pequeno nódulo nos testículos, nem sempre isso é motivo para preocupação. No caso da espermatocele, o problema não costuma trazer consequências ao paciente, pois o cisto é considerado benigno.

Dr. Sidney Glina, médico urologista do Hospital Israelita Albert Einstein, de São Paulo-SP, explica que espermatoceles são cistos que ocorrem nos epidídimos, estruturas que ficam acima dos testículos e que transportam os espermatozoides. Entenda por que eles se formam e o que fazer para eliminá-los.

Entenda a espermatocele

Também chamados de cistos de epidídimo, os nódulos costumam ser indolores e preenchidos por um líquido turvo. Ao longo do tempo, o pequeno caroço pode estabilizar ou crescer, o que em alguns casos pode causar desconforto ao paciente.  No entanto, essa não é considerada uma doença grave.

Os casos, geralmente, são congênitos e decorrem de obstrução de um dos túbulos que formam a parte inicial dos epidídimos. O homem pode notar uma estrutura amolecida na parte superior dos testículos, como uma pequena bola.

O problema é bastante comum entre os homens. Estudo revelam que cerca de 30% da população masculina apresente pequenas espermatoceles, que tendem a acometer homens entre os 50 e os 60 anos de idade. Lesões maiores são bastante incomuns.

"Na grande maioria das vezes, a espermatocele é muito pequena e só é encontrada quando se faz um exame ultrassonográfico", explica o médico urologista.

Nos casos em que o paciente apresente dor, tratamento com analgésicos ou anti-inflamatórios podem ser administrados. A aspiração ou a escleroterapia também são opções, mas menos utilizadas. Segundo Dr. Sidney, raramente há indicação de operação. "A cirurgia só está indicada quando o nódulo for grande e trouxer incômodo para o paciente", explica.

Sempre busque opinião médica

A espermatocele é considerada mais um incômodo que uma doença. No entanto, isso não significa que o paciente não deva recorrer ao médico quando encontrar cistos nos órgãos genitais. Qualquer anormalidade do trato gênito-urinário masculino necessita de aconselhamento profissional.

Segundo uma pesquisa realizada pela Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) em parceria com a farmacêutica Bayer, divulgada em 2014, mais da metade dos homens brasileiros (51%) admitem que não consultam urologistas regularmente.

Embora o problema seja simples e de fácil tratamento, também pode ser um sinal de algo mais sério. É importante que todos os homens façam visitas regulares ao médico. Além disso, fazer o autoexame testicular mensalmente também colabora para a identificação de problemas, como caroços ou aumento do volume do órgão genital.

Não deixe que a dúvida sobre um possível problema atrapalhe a sua qualidade de vida. Com um diagnóstico precoce, qualquer que seja a doença, as chances de tratamento e cura são significativamente maiores.

FONTE

Gostou? Então compartilhe:

A reprodução do conteúdo deste blog é permitida e incentivada, desde que citada e linkada a sua fonte.
Todas as postagens aqui são linkadas.
 
TOPO
Copyright © 2015 Pra Ficar Charmosa. Designer by OT | GT