ÚLTIMAS POSTAGENS

Uma ceia de Natal menos calórica.

Muita gente acredita que as festas de fim de ano estragam qualquer dieta. É tanta opção de comida exalando cheiros tentadores pela casa que fica difícil resistir a provar um pouco de cada. Mas a nutricionista Alinne Cristina Schüncke, da Vitalin, lembra que não é preciso abrir mão de provar as delícias das ceias de Natal e Ano Novo com o pensamento fixo de que pode engordar. Se alguns dos ingredientes forem substituídos no preparo dos pratos, não vão adicionar calorias ao seu corpo.

'Mas a primeira coisa que as pessoas precisam entender é que essas ceias não vão atrapalhar todo um processo de reeducação alimentar, de emagrecimento. O erro é emendar as semanas festivas consumindo esses pratos calóricos', explica a nutricionista. Segundo ela, as aves, pratos principais das datas festivas, não devem ser substituídas já que são assadas e contêm menos gordura. Arroz e farofa podem levar amêndoas, nozes e castanhas em vez de serem feitos só com bacon e cremes.

Outra dica da especialista é incluir as frutas no preparo das sobremesas. Para beber? Duas taças de vinho tinto seco estão liberadas. 'Esse vinho não tem adição de açucar e contém uma quantidade de flavonóides provenientes da uva, o que garante ação antioxidante. Mas se exagerar tomando 4 ou 5, bom lembrar que o álcool contido na bebida vai ser metabolizado no fígado, que vai ter dificuldade em se recuperar e ocasionará a desidratação”.

Não exclua as aves
Peru e chester estão entre os pratos principais da ceia. De acordo com a nutricionista, não é necessário cortar o consumo delas. “Essas aves têm quantidade menor de gordura do que a carne vermelha e de porco. Outro benefício de seu consumo é que o preparo é assado. Mas na hora de consumir, recomendo retirar a pele, pois nela há maior concentração de gordura e colesterol”.



Amêndoas e castanhas no lugar de bacon
Arroz e farofa geralmente ganham versão especial para a data. A nutricionista indica substituir alguns dos possíveis ingredientes, caso do bacon adicionado à farinha. “Inclua alimentos integrais à receita, as oleaginosas caem bem com ambos os pratos. São os casos das amêndoas, castanhas e nozes. No caso do arroz, uma outra opção é fazê-lo com brócolis e quinoa”, ensina a especialista.

Substitua saladas com cremes por folhas
Segundo Cristina Schüncke, acompanhamentos mais elaborados como maionese e salpicão, ou mesmo uma massa, caso da lasanha, podem ser substituídos na mesa por mais opções de saladas com folhas. “Opte pelas saladas cruas, faça uma travessa com folhas verdes e inclua frutas como manga ou morango. Outra opção é a salada de grão-de-bico e a de lentilha fria. É uma maneira de não passar a sensação de ter reduzido os pratos na mesa e, ao mesmo tempo, ter à vista opções mais saudáveis”.

Pegue leve na Rabanada
Pão, ovo, açúcar e canela. Cada ingrediente tem sua porção prejudicial a qualquer dieta, então a dica da nutricionista é se controlar no consumo ou cortar o prato da ceia. “Mesmo se substituir o pão por uma versão integral, os demais ingredientes não o compensam. Além disso, a rabanada é frita no óleo quente”, lembra.

Vinho tinto seco é opção para quem quer manter a dieta
A bebida também é um ponto a se considerar para quem vive de dieta. Duas taças de vinho tinto seco podem ser consumidas sem nenhum risco à boa forma. “Esse vinho não tem adição de açúcar e contém uma quantidade de flavonóides provenientes da uva, o que garante ação antioxidante. Então se for para escolher uma bebida, opte por essa, mas não passe mais do que as taças indicadas. Se exagerar tomando 4 ou 5, é bom lembrar que o álcool contido na bebida vai ser metabolizado no fígado, que vai ter dificuldade em se recuperar e ocasionará a desidratação”.

Por isso, além do consumo moderado, a nutricionista lembra que, independentemente da bebida alcoólica ingerida, é preciso beber água entre um copo e outro. “É importante para garantir hidratação e diminuir os efeitos do dia seguinte, a famosa ressaca”.

Frutas devem estar entre os ingredientes das sobremesas
Para a nutricionista, as frutas não devem substituir as sobremesas, mas sim serem incluídas nas receitas doces. “É difícil retirar o doce, mas uma mousse de maracujá pode muito bem substituir uma de chocolate. Outra receita típica é o doce em camada, mas seus ingredientes podem ser substituídos e levar fruta. É só colocar uma camada de fruta, e na de creme, substituir por iogurte natural. Pode também adicionar novas camadas, exemplo, uma de granola, cereal integral ou amaranto. No fim, não deixa de ser uma sobremesa doce, mas com frutas, que garantem uma quantidade maior de vitaminas, minerais e fibras, e esta última vai trabalhar no processo de saciedade”.

VIA


Gostou? Então compartilhe:

A reprodução do conteúdo deste blog é permitida e incentivada, desde que citada e linkada a sua fonte.
Todas as postagens aqui são linkadas.
 
TOPO
Copyright © 2015 Pra Ficar Charmosa. Designer by OT | GT